Azulejos, tantos azulejos

16:10

Vou coleccionando uma data de fotografias no meu computador, tenho um sem fim de azulejos guardados. Vou publicando quando é o tempo certo. Muitas vezes - quase sempre, na verdade - não as publico logo porque aguardo que venham outras que lhes dêem mais sentido. A ideia é que o conjunto conte uma história e que vos possa pôr a viajar desse lado. Neste caso conta mais um passeio pela cidade, pelo Porto. Da Rua Miguel Bombarda até à Rua das Flores. Quem estiver atento verá que consegue reconhecer todos estes lugares. Quero olhos abertos à cidade, o coração curioso de histórias e de lugares. Venham comigo. 










You Might Also Like

0 comentários

Subscribe