A Brasileira

22:54

"Vir a Braga e não tomar café na Brasileira, é como ir a Roma e não ver o Papa!" - disseram quase em coro.

O Sr. Jorge, o Sr. Murilo e o Sr. José são uns dos muitos clientes que não passam um só dia sem virem à Brasileira tomar o melhor café da cidade. O café de saco é a tradição da casa e sabe ainda melhor se for servido pelo Sr. Francisco Marques. Já são vinte e sete anos de trabalho n' A Brasileira, que conta com alegria e orgulho. A maneira como serve, como conhece os cantos da casa e as pessoas que aqui entram, são os olhos ao falar e a paciência ao ouvir. É o reflexo de uma vida de entrega e de amor pelo que se faz. 

É entre picardias e risotas, novidades frescas e notícias das capas dos jornais, que se passa uma manhã. Uma autêntica tertúlia, onde se partilha a alegria de se ser Bracarense. Lá insistiram para que me juntasse ao grupo. "Há sempre uma cadeira para mais um, menina!" disse o Sr. Murilo. E quando a conversa é boa, só dá vontade de ficar. Não pude recusar, sentei-me e pedi: "É um café, Sr. Marques, por favor!". 









You Might Also Like

0 comentários

Subscribe