Mágico Majestic

16:33

Desde 1921 que o Porto tem mais encanto. É o Majestic Café. A porta principal não tem descanso e a cada minuto alguém novo descobre este tesouro. Sento-me e observo. Não há que enganar. O movimento fala por si. As máquinas fotográficas disparam sem parar como se todos quisessem eternizar a sua passagem pelo famoso Majestic. Os empregados de mesa, sempre atentos e organizados, garantem o melhor para o cliente. Em cada mesa uma nacionalidade, uma cultura e uma história de vida diferente, mas a todos toca a sensibilidade e a magia do Majestic. Tal como a mim me toca e me faz querer falar dele.

Do meu lado direito estava um senhor alemão, que pelo seu olhar transparecia admiração e fascínio. O entusiasmo dos seus olhos era enorme e a sua curiosidade, sobre a história do café e de Portugal, saltava à vista de todos. Lentamente experimentava a especialidade da casa, as tão saboreadas rabanadas com doce de ovos e frutos secos. Ninguém lhes resiste e eu estou aqui para comprovar.

Há muitas histórias que se dizem por aí e que fazem do Majestic um lugar misterioso e sem ter fim. Conta-se que há muito tempo, havia um túnel secreto que ligava o café ao Teatro Sá da Bandeira e que era por ali que os actores tinham acesso privilegiado ao café mais chique do Porto. Esta é uma de muitas que se contam e na qual, mesmo sem se querer, se crê. 

Tive o privilégio de conhecer o Sr. Joel, o fantástico chefe de mesas que o café tem. Conhece os cantos à casa e fala-me do Majestic com orgulho e dedicação. Cruzei-me também com a Rita, uma das empregadas de mesa do café, que me tentou explicar como era trabalhar num sítio assim. "É um mundo à parte!" disse-me. Fiquei a pensar e percebi que o mundo de pequenos mundos se faz e se concretiza. 















You Might Also Like

2 comentários

Subscribe